builderall

??

Presidente da Frente Parlamentar da Agricultura Familiar, o deputado Heitor Schuch manifestou apoio posio da Federao dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul (Fetag-RS), que decidiu se retirar das reunies do Conselho Paritrio Produtores/Indstrias de Leite do Estado do Rio Grande do Sul (Conseleite-RS) enquanto a metodologia de formao e divulgao do preo de referncia no for modificada. De acordo com nota oficial publicada pela entidade, " pblico e notrio que o Conseleite vem perdendo a sua credibilidade ao divulgar um preo de referncia extremamente defasado do que realmente praticado no campo. H muito tempo, as entidades que representam os produtores alertam para que isso seja revisto. A divulgao do preo de referncia, nos patamares de hoje, no contribui em nada para a manuteno de uma cadeia produtiva to relevante como a pecuria leiteira."


Segundo a Fetag, todos os produtores cumprem as exigncias de qualidade do leite feitas pelo Ministrio da Agricultura, para comercializarem o seu produto. Entretanto, so remunerados de forma extremamente desigual pelas indstrias, com uma diferena mdia de R$0,40 por litro que, em alguns municpios, pode chegar at R$0,90. Esta prtica de remunerao por quantidade e no por qualidade um dos principais fatores de excluso de famlias da atividade e que beneficia apenas as indstrias que impulsionam a concentrao da produo.


Outro problema e que o produtor de leite aps efetuar a entrega para a a indstria, s ir saber por quanto foi comercializado apenas 45 dias depois. Prtica que deixa os produtores em extrema insegurana para adquirir os insumos e sobre a garantia de lucro ou no no ms. "E uma situao grave muito triste a que essas famlias vm sendo submetidas, e que acaba excluindo cada vez mais o pequeno da atividade", destaca Schuch.


Desde o incio do ano de 2020, o preo da ureia foi reajustado em torno de 200%, do adubo em 180%, da rao em 60% e vrios defensivos para formao de pastagens e silagem em torno de 250%. Frente a isto, nos meses de outubro e novembro vrios produtores tiveram uma reduo de at R$0,40 por litro tornando insustentvel a permanncia na atividade. A Fetag-RS alertou sobre o problema e pediu solues diversas vezes, porm no foi atendida.