Deputado Estadual Heitor Schuch - PSB RS

  • Full Screen
  • Wide Screen
  • Narrow Screen
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Santini celebra conquistas para CVMI da Brigada Militar

E-mail Imprimir PDF

O Projeto de Lei 321/2013 que eleva os índices salariais do Corpo Voluntário de Militares Inativos (CVMI) da Brigada Militar foi entregue na Assembleia Legislativa na última terça-feira (12). O deputado Ronaldo Santini (PTB), que foi um dos principais interlocutores das negociações entre os servidores, governo do Estado e o Comando-Geral da Corporação, participou da cerimônia na Presidência da Casa.

A proposta recebida pelo presidente Pedro Westphalen (PP), da chefe-adjunta da Casa Civil, Mari Perusso. Também presentes os deputados Heitor Schuch (PSB), Marisa Formolo (PT) e Valdeci Oliveira (PT). O tenente João Carlos Pedroso de Oliveira que representou o CVMI.

Por iniciativa do gabinete de Santini foram realizadas várias audiências no Palácio Piratini e na sede do Comando, para apresentação das alterações pleiteadas pelo CVMI. O empenho de Santini e dos líderes da categoria, desde 2011, pela valorização salarial sensibilizou o Executivo estadual, através do governador Tarso Genro e da secretária Mari Perusso, e as conquistas foram sendo anunciadas gradativamente.

Os salários que não passavam de R$ 427,00 mensais foram reajustados para R$ 739,00 para 2013. Porém, segundo Santini, ainda era muito pouco. “Não era possível que policiais altamente capacitados, após uma carreira toda na corporação, recebessem tão baixa remuneração”, frisou.

Dessa forma representantes do governo, Comando da BM, parlamento e CVMI foram negociando melhores soluções. Conforme estabelecido através da Gratificação Especial de Retorno à Atividade (GERA), foi elaborado o projeto. A proposta tomou por base a remuneração mensal de R$ 890,00, acrescida para R$ 941,00 por mês, retroativos a 1º de outubro deste ano. Estes números receberam reajuste de 20,88%, passando para R$ 1.137,00, contados a partir de 1º de novembro. Todas estas alterações serão consideradas no 13º salário de 2013 destes servidores.

Outra valorização, de 3,86%, elevará os benefícios mensais para R$ 1.181,00, que vigora a partir de 1º de junho de 2014. Todavia, os deputados Ronaldo Santini e Heitor Schuch destacaram que continuarão pleiteando a antecipação deste repasse salarial para março do próximo ano. “Os policiais do CVMI não podem, simplesmente, serem tirados de circulação, após a aposentadoria, sem incentivos para que continuem na ativa. Nossa missão é mantê-los na Brigada Militar e contar com sua experiência a serviço da segurança da nossa população”, destacou Santini.

De acordo com os líderes do CVMI, a categoria está satisfeita com a proposta encaminhada pelo governo, que representa 80% das reivindicações destes servidores. A matéria agora passa a tramitar no Parlamento.